27 abril 2007

Em dieta...

A experiência com o Sushi correu assim, assim. Depois de estar 2 horas a embrulhar os ingredientes nas algas, fiquei tão enjoada com o cheiro que quase não consegui comer! Quem adorou, ficou mesmo viciado foi o meu marido. Adorou sobre tudo as fatias de gengibre (na foto do post anterior, o gengibre é aquela trouxinha cor de rosa).

Mas receitas à parte, esta semana entrei oficialmente em regime de emagrecimento! Engordei 5kg com o tratamento e preciso mesmo de perder peso. Já tinha uns quilitos a mais e agora então…


Vou tentar perder 5kg numa 1.ª fase e outros 5 depois de atingir a 1.ª meta.

Estabeleci algumas medidas de ataque:



  • Refeições light, mas equilibradas.




  • Ampolas para drenar e para ajudar a eliminar a gordura instalada.




  • Massagens e anti-celulítico para drenar e para adelgaçar as zonas com celulite.




  • Caminhar uma hora por dia e, sempre que possível, fazer Yoga (que ajuda a tornar o corpo mais flexível e a relaxar a mente).



Isto tudo, e muito autocontrole para resistir à tentação do prato! E se é difícil!



Um bom fim de semana e um beijinho grande para todos os visitantes. Um beijinho especial e solidário para as companheiras de dieta!



Lita

23 abril 2007

Receitas especiais para ocasiões especiais!

Como o prometido é devido e, mais vale tarde do que nunca, aqui fica a receita da muamba de peixe.


Muamba de Peixe
Ingredientes:

300 grs de abóbora
250 grs de quiabos
1,5 kg de corvina ou garoupa
2 cebolas
2 beringelas
2 dentes de alho
sal q.b.
gindungo q.b.
2 dl de óleo-de-palma


Confecção:
Depois do peixe arranjado corta-se às postas. Leva ao lume num tacho o óleo-de-palma, a cebola e os dentes de alho picados. Assim que a cebola alourar um pouco, junta-se os quiabos cortados ao meio, assim como as beringelas descascadas e cortadas aos cubos e a abóbora aos quadrados. Deixa-se refogar um pouco mexendo. Adiciona-se um pouco de água e põe-se o peixe, o gindungo e tempera-se de sal. Deita-se mais um pouco de água e deixa-se o peixe cozer (+- 10 min). Sirva acompanhada com funge.
fonte: www.gastronomias.com


A receita que a minha mãe faz não leva beringela e, em vez da abórora normal, leva courgettes.
A funge é óptima mas é preciso saber fazê-la! É feita com farinha de mandioca e água. Eu nunca consegui bater a farinha, não tenho braços que aguentem o ritmo (faz-se de forma idêntica à massa dos rissóis, mas em quantidade muito superior)!
Em vez da funge pode-se servir a muamba com arroz branco ou, em alternativa, com maçaroca de milho, batata doce e raiz de mandioca tudo cozido em água e sal, fica delicioso!

Claro que esta receita é melhor no Inverno e é muito amiga das calorias! Mas fica o registo para quem tiver a curiosidade de experimentar!

Esta semana venho cá deixar uma receita boa, para quem está a tentar perder uns quilinhos. Eu sou adepta de experimentar coisas diferentes na cozinha. Detesto a monotonia, preciso de dar azo à minha criatividade!


http://www.ciaprochef.com

A semana passada, andava às compras e encontrei algas nori à venda. Para quem não sabe, as algas nori são usadas no sushi, para fazer aqueles rolinhos característicos. Como tenho umas receitas de sushi à espera que eu encontre os ingredientes, agora que encontrei as algas vou experimentar Sushi de Salmão Fumado.

Depois de devidamente testado, deixarei cá a receita! Esta é amiga da nossa linha!

Boa semana e b
om apetite!

Um beijinho grande!

Lita

13 abril 2007

O RECOMEÇO

Para início deste post, quero agraceder a todas o apoio (um beijinho às visitas novas, tenho tido algumas ultimamente!). Vocês são todas umas queridas e sem o vosso carinho, tudo isto é bem mais difícil de suportar.
Regressei ao trabalho na 2.ª feira e, depois de 3 semanas de ausência, tenho a secretária cheia de papéis e de trabalho pendente, para resolver. Por este motivo não tenho tido muito tempo, e para ser sincera também não tenho tido muita vontade, de escrever. Tenho visitado alguns cantinhos mas ainda não tive tempo para visitar todos. Prometo fazê-lo por estes dias!

Novidades não tenho nenhuma, em especial, e para estar sempre a lamentar a falta de sorte que me assiste, não vale a pena, não é?

Tenho-me entretido a arranjar o jardim e as floreiras da varanda, cá de casa. As tulipas que tinha na varanda estavam todas com um aspecto miserável, secas e raquíticas e então troquei de plantas. Agora tenho uma plantinhas lindas e vistosas, mas não sei como se chamam. O trabalho ao ar livre ajuda a espairecer!

Também andamos a planear umas compras para o terraço, mesa, cadeiras e guarda-sol porque gostamos de reunir os amigos à volta da mesa e o verão é propício para isso, com petiscos e grelhados.

Enfim a vida continua e eu tento continuar com a minha.

Um beijinho grande e obrigado por estarem sempre desse lado!

Lita