24 dezembro 2008

Um Santo Natal

Desejo a todos os visitantes deste espaço, um Natal muito feliz, onde o amor, a saúde e a solidariedade sejam os presentes mais importantes!


Para 2009, os meus votos são de muita esperança e de um ano muito fértil em sonhos e projectos realizados.


Boas Festas!

Lita

17 dezembro 2008

Dos acontecimentos tão esperados...

Os acontecimentos aguardados lá se concretizaram, ou seja, já fui às consultas.

Na cirurgia maxilo-facial fui recambiada para um ortodoncista (um palavrão!!!) para corrigir toda a dentição. Se tudo correr bem, levo 2 anos e alguns milhares de euros a fazer a correcção dos dentes, e só depois é que me fazem a correção do maxilar.

Na consulta de infertilidade, sem dúvida a mais importante, tive boas e más notícias. Confirmam-se a trombofilias congénitas e tenho já um novo protocolo comigo, para iniciar em Fevereiro. O chato é que é um protocolo longo mas, paciência, se é o mais indicado tenho que aguentar!!!

Como não tenho dinheiro para tratar a infertilidade e corrigir os dentes com aparelhos caríssimos simultaneamente, tenho que optar e para já ganha a infertilidade! Quem diz que dinheiro não traz felicidade!? Pode não ser a fonte principal da felicidade mas, evita tantas preocupações, tantas dores de cabeça....

Pronto, com planos para curto prazo, agora vamos organizar-nos para que em Fevereiro e Março possamos passar pelo ttt com serenidade e muita fé.

São estas as novidades no meu sapatinho.

Um beijo muito grande
Lita

02 dezembro 2008

A OUTRA MANEIRA DE SERMOS PAIS

Há 8 dias atrás, concluimos a selecção para o processo de adopção. Segundo as técnicas da Segurança Social, não há qualquer entrave no nosso processo pelo que, agora é aguardar. Mas, aguardar sentados e pôr o coração e o desejo de sermos pais em lume muito brando, tipo guardar tudo isso numa caixinha bonita, daquelas em que se mexe muito de vez em quando. Temos uma espera de mais ou menos 6 anos, pela frente, considerando que quando iniciamos o processo a 25/01/2008 nos informaram que esperariamos 6 a 7 anos!

As únicas restrições que colocamos foram a idade, até aos 3 anos e o estado de saúde, não aceitamos crianças com deficiências ou problemas de saúde graves que impeçam o seu desenvolvimento normal. Aceitamos crianças que tenham problemas de saúde, que não sejam degenerativos, limitativos da esperança de vida ou impeditivos do desenvolvimento normal de qualquer criança. Aceitamos inclusivé imãos. O sexo, a raça, a cor da pele para nós não são problema. Mesmo assim, ainda vão passar muitos natais sem brinquedos e sem risos de criança, no nosso ninho!



Percebemos que foi só o início de mais uma longa espera!

Beijinhos muito grandes
Lita