31 agosto 2010

Depois da filha casada, não lhe faltam pretendentes!

Há 2 semanas, contactaram-nos da Segurança Social, a informar que tinham dois irmãos, disponíveis para adopção, com 3 e 5 anos, para nos entregar!

Ainda não tínhamos informado que tínhamos sido pais da Matilde porque, andávamos em negociação acerca do futuro da nossa candidatura. Eu queria manter a candidatura e continuar com o projecto de adoptar. O R. queria simplesmente desistir.

Lá fomos então, informar que tínhamos um novo elemento no agregado familiar e acabamos por adiar a decisão quanto à candidatura, para daqui a 2 ou 3 anos. Entretanto, a Matilde cresce e pode ser que me ajude a convencer o pai. Não é muito provável que lhe possamos dar um irmão biológico e, a adopção seria uma forma de aumentar a família! Vamos aguardar que ela diga de sua justiça. Eu espero mesmo que ela mostre interesse em ter um irmão porque, acho que um filho único é mais solitário e acho que as crianças crescem melhor com irmãos, menos egoístas e mais responsáveis.

Por outro lado, sinto que, se a vida ou o destino ou o Universo ou Deus (o que lhe queiram chamar!,) em determinada altura, nos fez optar por este caminho, desistir do processo por já termos um bebé, parece-me que estamos a trair o caminho que está traçado para nós! Sinto que não estamos a cumprir o nosso destino porque, se fomos até ali, até ao processo concluído e aprovado, voltar atrás é virar as costas a um futuro que é o nosso! Será que alguém me entende? Provavelmente acharão que não estou a ser racional mas, é mesmo assim que eu penso e sinto este assunto!

Mudando o tema da conversa, a Matilde continua linda e a crescer muito bem. Pesa 8030 kg e mede 68,5 cm, está entre o percentil 25 e o 50, em ambos. Dos dentinhos continua a não haver sinais! É muito activa e muito atenta. Aponta com o dedito, diz adeus, bate palminhas e dança (abana-se e dá às pernitas!). Quando ouve a música dos patinhos ou das galinhas é uma festa! Dá beijinhos mas, sem a mão. Faz biquinho com os lábios e solta o beijo. Aprendeu a dar uns estalidos engraçados com a língua no céu-da-boca, parece um golfinho! Senta-se sozinha e põe-se de pé ou de joelhos quando tem onde se agarrar. Tem uma forma de se deslocar muito engraçada! Põe-se de gatas, balança o corpo como quem vai gatinhar para a frente e, dá um salto para trás com os joelhos juntos. Faz esta figura e olha para nós a rir-se para confirmar que tem plateia. Já tem uma personalidade muito vincada! Quando quer alguma coisa sabe pedir, mesmo sem saber falar! Tem uma atracção fatal por buraquinhos onde consiga enfiar o dedito. É um perigo!

Já não a posso deixar sozinha na nossa cama, nem um segundo! No outro dia, deixei-a entretida e, dei 2 passos quando olho para trás, estava a cair do outro lado da cama. Dei um salto e ainda a agarrei por um braço! E ela, marota, a olhar para mim com um ar muito divertido, achou que era uma brincadeira nova! Fiquei a tremer com o susto, nem sei quanto tempo!

Está na altura de verificar potenciais locais e situações de perigo cá em casa, para evitar acidentes. Pelo que já pude comprovar ela é destemida e nesta fase, temos mesmo que prevenir! Já basta os acidentes que não são previsivéis!

Beijinhos grandes
Lita

12 agosto 2010

Férias

Acabada de regressar de férias, depois de desfazer as malas, lavar as roupas, arrumar as tralhas e, tão cansada que já precisava de férias outra vez! Ainda ontem comentava com uma amiga como o regresso  de férias é sempre muito mais difícil e cansativo do que a ida! Porque será?!?

De qualquer forma, este ano, fomos uma semaninha para fora, para o sul, espairecer e mudar de ares. Mais mudar de ares do que propriamente espairecer porque, um bebé de 8 meses exige tempo, muita atenção, total disponibilidade, entre outras coisas! Acabaram-se as noites inteiras de sono bem dormido e reparador, esticar-se na praia, "passar pelas brasas" e descansar também é uma recordação de outros tempos, banhos de mar a dois igualmente, entre tantas outras coisas que estavamos habituados e, que agora, já não são possíveis!

Em contrapartida, tivemos estreias importantes! A primeira ida à praia e o primeiro "banho" de mar, da Matilde! Adorou tudo! A areia tinha um atractivo especial porque, sempre que conseguia mergulhava as mãozinhas e os pés, só pelo prazer de agarrar a areia e a ver escorrer pelos dedos. Foi uma delícia, vê-la mergulhar os pés na água e chapinhar como se estivesse na banheira, em casa. Encarou todas as novidades como sempre, com curiosidade e vontade de explorar. Vê-la tão feliz e tão activa, compensa todas aquelas coisas maravilhosas que estamos habituados a fazer nas férias e que já não são possíveis! Enche-nos o coração o sorriso lindo que ela faz!

Do crescimento dela, não há grandes novidades. Tem a gengiva a romper há quase 2 meses mas, os "ratinhos" estão preguiçosos e ainda não nasceram. Não gatinha mas, desloca-se a arrastar o rabo e alcança os brinquedos. Já se agarra para se levantar e dá o jeitinho com as pernas para se pôr de pé. É muito "faladora" já lhe saem uns "mamama" e "pápa" e outras coisas mais em bebeguês, que ninguém entende! Expressa-se aos gritos literalmente! Às vezes, quando está para aí voltada, passa uma boa meia hora a gritar ahahahahah com um guincho estridente no fim, que nos fere o ouvido, como quem está a ralhar ou a fazer queixas!

Continua a crescer bem e a deixar-nos babados e cada vez apaixonados! 

Beijinhos muito grandes e até breve.

Lita