23 dezembro 2007

Boas Festas!



Um Natal muito feliz, com paz, saúde e amor!


Um ano de 2008 cheio de amor e desejos realizados, onde todos possam ser felizes, alcancem os seus sonhos e já agora, que venha por aí um boom de natalidade, com muitos bebés lindos e saudáveis, a distribuir por todas nós que os desejamos e aguardamos, com tanto amor para dar!




Um Santo Natal.



Lita

04 dezembro 2007

O muro das lamentações!!

Passou um mês desde o último post mas, como não tenho tido nada de positivo para partilhar, não tenho escrito nada.

Estou numa fase em que me sinto encravada dentro da minha própria vida. Não dou um passo para a frente que faça sentido, pelo menos, não no rumo que pretendo que a minha vida tome.

Não sei se é consequência das estimulações hormonais mas, tenho andado muito em baixo de forma. Depois do negativo tive uma infecção urinária muito desagradável e dolorosa. Na sequência do antibiótico que tive que tomar para debelar a infecção urinária apareceu uma candidiase, a minha inimiga Candida Albicans não perde uma oportunidade de me chatear! Quando finalmente me estava a livrar da malvada, chegou uma virose que me provocou uma gastrenterite. Como vêm, não foi um mês fácil! Já não bastava ter que lidar com as emoções inerentes ao terceiro golpe duro na minha esperança, o meu corpo também não ajuda porque não se consegue defender das bichesas que andam por aí à solta.

Já estou a tomar umas vitaminas, magnésio e um produto natural que a minha médica me recomendou. Isto para ver se o meu sistema imunitário de restabelece e me dá sossego!

A par de tudo isto, está a minha situação profissional. Há 10 anos que trabalho na mesma instituição e há 10 anos que espero pela oportunidade de passar para a carreira de chefe de repartição ou para a carreira técnica superior. Este ano a oportunidade surgiu sob a forma de concurso público. Concorri e fiz a melhor prova, pelo que há 7 meses aguardo a continuidade do concurso. Nem quando tenho a lei e o direito do meu lado a sorte me bafeja! Estou há 7 meses à espera que o concurso se resolva e neste entretanto, estou a ser prejudicada em quase 500€/mês! Imaginam a revolta que sinto com tudo isto?! Saber que a situação está encalacrada porque um membro do júri tomou partido de um candidato que achou que tinha o direito ao lugar, apesar de nem sequer ter conseguido passar na prova escrita?! Isto inclusive, quando houve um parecer jurídico a favor da continuidade do concurso e contra a pretensão do meu opositor! Sabendo que estou a ser roubado no meu direito não consigo andar bem! A vontade que tenho é mandar tudo às urtigas! O esforço, a dedicação não têm valor nenhum! Pelo menos é o que constato na minha experiência de vida.

Como é que é possível que seja tudo tão difícil!? Já estou habituada a conseguir tudo com muito esforço e sacrifício mas, ultimamente nem o esforço nem o sacrifício têm resultado! Não sei o que mais fazer!

Se fosse mais supersticiosa acho que ia à bruxa! Só me falta mesmo isso! Já estou a dizer asneiras e para não continuar, acabo por aqui!

Não me interpretem mal, estou grata por muitas situações da nossa vida! Temos uma casa, temos trabalho, temos saúde (não como gostaríamos mas, pelo menos não temos tido males de maior!) e disto, nem toda a gente se pode gabar! Por tudo isto estou muito grata. Mas só estas situações não chegam! Existem outros objectivos que traçamos para a nossa vida, que parecem estar cada vez mais longe! É uma luta inglória, levamos a nossa vida numa batalha constante e eu, começo a chegar à exaustão!

Continuo noutro dia para não me alongar mais hoje.

Obrigado pelas manifestações de carinho e de apoio, deixo-vos um beijo e um xi-coração muito grande!

Lita


P.S. - Minha querida Tixa, para ti, fica um beijinho muito especial! Vive esta nova fase da tua vida em plenitude e aproveita cada momento do teu estado de graça! Que tenhas uma gravidez calminha e que corra tudo lindamente até teres o(s) teu(s) bebé(s) nos braços. Um beijo grande.

02 novembro 2007

Mais uma batalha perdida.
Mais sofrimento físico, de alma e de coração.
Mais uma grande decepção, mais desespero, mais frustação.

Sei desde terça feira que tudo tinha acabado mas, mesmo menstruada e com dores fortíssimas fiz a beta na 4.ªfeira, o resultado foi 14. Repeti hoje, baixou para 12,7. Liguei para a consulta para informar do resultado e a médica disse-me que os valores indicam que houve implantação mas, não evoluiram. Vamos à consulta em Janeiro, para programarmos a continuação deste caminho árduo e penoso, que é para nós, a busca por um filho.

Estivemos tão perto...


Obrigado a todos pelo apoio e pelas palavras de incentivo.
Um beijo grande

Lita

29 outubro 2007

A espera continua...

Os dias têm passado mais ou menos tranquilos. Nuns dias mais optimista, noutros nem por isso. Nestas alturas vivo uma espécie de luta comigo mesma. Por um lado existe um eu optimista, que insiste em acreditar até ao fim e em fazer ver a si mesmo que é possível. Por outro lado, existe o eu negativo, que recorda as batalhas já perdidas, o sofrimento que trazem, as baixas probabilidades... Isto tudo traz um grande conflito interior! Quem já passou por esta situação, sabe bem do que falo!

Para estes dias, conhecendo-me e sabendo que facilmente descambo do pico do optimismo para o auge do pessimismo, muni-me de alguns livros que me recordam, constantemente a importância de acreditarmos em nós mesmos e nos nossos objectivos. Neste momento estou a ler "Conhece-te e conhecerás o teu poder", do autor brasileiro Lauro Trevisan. Deixo aqui alguns extractos, que me fizeram pensar...

"Há os que não sabem que podem e jazem na escuridão!
Há os que sabem que podem mas nada fazem - esses renunciaram à vida.
Há os que sabem que podem e realizam o poder que sabem - esses são os únicos que vivem a plenitude da vida."

"A ferramenta através da qual você conduz a sua vida para qualquer direcção e finalidade é a mais simples e de fácil manejo: o seu pensamento."

" A distância entre a derrota e a vitória é muito pequena: apenas a distância de um pensamento."

Agora resta-me aplicar todas estas teorias na minha vida!!

Deixo um beijo muito, muito especial para esta amiga, que começa hoje mais um tratamento, e torço muito que sejo o último. Amiga, toda a sorte do mundo, é o que te desejo! Espero que consigas passar as duas próximas semanas com tranquilidade e que desta vez, resulte em cheio e tenhas bons resultados até ao fim! Estou deste lado ou perto de ti, se precisares. Sabes que podes sempre contar comigo!

Deixo outro beijo grande para esta amiga, que tenha corrido tudo bem na punção e que passes a ter a companhia dos teus embriõezinhos, para prosseguir viagem. E que a viagem decorra sem turbolências e com tranquilidade durante 9 meses!

Continuando a (tentar) ser muito positiva, na 6.ªfeira, volto cá para trazer boas notícias. Até lá, continuem a torcer que eu continuarei a aguardar.

Um beijo muito grande
Lita

22 outubro 2007

A Espera

Depois de mais uma visita ao hospital, regressei a casa com dois preciosos embriõezinhos, no quentinho do meu ventre!

Cheguei oficialmente à fase da espera. A última etapa e a mais difícil de ultrapassar.

Vou fazer usos de todas as energias positivas, de toda a calma que conseguir arranjar e de todo o amor para passar as 2 próximas semanas como tenho levado o ttt até aqui, com serenidade e acreditando com muita força, que chegou a minha vez de ser mãe!

Um grande obrigado a todas as visitas deste cantinho que não se esquecem e têm vindo cá manifestar o seu apoio. Vocês têm todos, um cantinho especial no meu coração!

Um beijinho grande
Lita

18 outubro 2007

Punção

Tal como previsto, ontem fiz a punção. Colheram-me 8 ovócitos dos 14 que tinha. Para quem tem um ovário não podia pedir mais!

Liguei hoje ao laboratório e a bióloga disse-me que microinjectaram os 8 e que 5 tinham evoluído. Fiquei com a transferência marcada para 2.ª feira. Pela primeira vez vou fazer tranferência ao 5.º dia, de blastocistos!

Ontem não estava capaz de vir trazer notícias porque depois da punção fico sempre com muitas dores e muito mal-estar e desta vez, não foi excepção! Embora ainda não esteja a 100%, já consigo estar sentada ao computador e vim cá deixar os últimos progressos desta minha caminhada.

Fico então à espera que chegue 2.ª feira e continuo serenamente a acreditar que estou a percorrer o caminho certo!

Um beijo muito grande e muito obrigado por permanecerem desse lado!
Lita

15 outubro 2007

Novidades

Depois da 3.ª visita ao hospital já tenho a punção marcada e trago boas notícias! Esta foi a estimulação que correu melhor. Dos 14 folículos que tenho, 7 têm um tamanho óptimo para a punção assim como o endométrio e segundo a Dr.ª, está tudo no ponto certo para a punção! Fiquei tão contente e tão aliviada! O máximo que consegui até agora, foram folículos com 17mm e eram sempre muito poucos, o que me deixava com o coração nas mãos, na punção. Da 1.ª vez, correu um bocadito melhor do que na segunda mas desta vez, vai correr melhor ainda!
Definitivamente, os ciclos curtos, são os mais adequados para mim!
Continuo confiante e muito optimista e depois da consulta de hoje, mais ainda! 4.ª feira, se estiver capaz depois da punção, venho cá trazer as novidades. Até lá, torçam muito por mim! Preciso de muitas energias positivas!
Um beijinho grande
Lita
P.S. Um beijinho especial para as companheiras de picas e para as que ainda vão começar, especialmente para a Alexandra, para a Kitty e para a Tixa! Acreditar tem que passar a ser o nosso lema! E um obrigado, do fundo do coração, a tantas amigas que têm vindo cá deixar palavras de alento! Vocês são uns doces!

11 outubro 2007

Seguimos o caminho, já com duas paragens pelo meio, mas com serenidade e sem grandes sobressaltos. Até agora está a correr calmamente e sem grandes atropelos.
Já começaram a aparecer aqueles sintomas chatos de quem tem hormonas a mais mas, como ando numa onda zen e de muito optimismo, tenho aprendido a relativizar muita coisa e assim, sigo calma e tranquila.
Segunda-feira, voltamos ao hospital para ver qual a evolução da situação e programar mais um passinho desta caminhada.
Agradeço todas as mensagens e comentários de carinho. Vocês são uns amores!
Um beijinho grande
Lita

03 outubro 2007

A VIAGEM COMEÇA HOJE

Depois da lembrança desta amiga tão especial, não poderia deixar de cá vir agradecer-lhe o carinho e marcar neste cantinho, o início de mais uma, e quero acreditar a última, aventura entre seringas e agulhas!



Continuo calma e tranquila, apesar de me ter confrontado com umas pedras duras no caminho nos últimos dias, tenho conseguido ultrapassar tudo com serenidade. Por enquanto, não há vestígios de ansiedade, de nervosismo e afins! Tenho-me portado muito bem!!


A minha maior ambição é levar o ttt até ao fim, com equilíbrio e tranquilidade. Coisa difícil!!!




Um beijinho grande e obrigado.




Lita


20 setembro 2007

Nova caminhada...


Ontem foi dia de visita ao hospital. Já temos as receitas para iniciar o novo ciclo, desta vez um protocolo curto.


Estou optimista e confiante! O pessimismo e as cautelas não têm resultado e desta vez, a estratégia é deixar que as boas energias criem raizes!

Faltam 14 dias para embarcar na aventura!!


Um beijinho grande


Lita

06 setembro 2007

Aniversário


Faz hoje 4 anos…
Estava surpreendentemente calma depois de vários dias de stress, nervosismo e muito trabalho! Acabou por correr tudo bem, foi um dia cheio mas muito feliz!

Contigo, meu amor, espero celebrar esta data por muitos anos, com os nossos filhos e lá para a frente, com a casa cheia de netos até sermos os dois bem velhinhos! Amo-te.
Lita

27 agosto 2007

Ontem à noite, ao fechar a persiana da janela da lavandaria deparei-me com a ausência das duas floreiras que tinha no parapeito. Já a persiana estava quase fechada quando reparei no parapeito vazio. Abri-a novamente, abri a janela e espreitei para ver se teriam caído. Não caíram, não! Foram, roubadas!

Que tipo de gente rouba floreiras de plástico com plantas baratas, custaram cerca de 2€ cada planta?! Duas floreiras e quatro plantas! Fiquei furiosa, indignada e sobretudo, triste. Tanto cuidado com as plantinhas, estavam tão bonitas e por obra de algum amigo do alheio, fiquei sem elas!

Não é pelo valor dos objectos em questão, é por me sentir roubada! Se me tivessem pedido eu era perfeitamente capaz de dar uma mas não, para certos indivíduos é mais fácil roubar!!

A minha tia andava muito triste porque há uns tempos foram-lhe à varanda e roubaram-lhe dois vasos com as melhores orquídeas que ela tinha. Aqui ainda vejo algum "fundamento" porque as orquídeas são caras e podem dar algum lucro mas, as minhas plantinhas são tão singelas, tão banais que o motivo do furto só pode ter sido cobiça e malvadez!

É triste verificar que há gente que se suja por coisas tão insignificantes...

Fiquei triste!

Lita

20 agosto 2007

REGRESSO AO TRABALHO

A foto não é minha, tirei-a do site 1000 imagens parece-me uma bela foto de uma praia e como não tenho grandes fotos fica esta para sonhar com a praia para o ano!


As férias já lá vão. Não correram como gostaríamos mas, não houve nenhum percalço de maior, voltamos inteiros, e isso é que importa.

O regresso ao trabalho foi, como seria de esperar, com muita papelada e prazos para cumprir mas, foi pacífico. Regressei na 5.ª feira. O que custa mesmo é voltar aos horários a cumprir, aos 100 Km que conduzo diariamente, ao stress do trânsito e afins. Mas, haja paciência e saúde que tudo se faz, que remédio! O R. também voltou ao serviço na 5.ª feira de maneira que regressamos à “vida real”, ao corre-corre e às rotinas.

As férias foram no campismo, no Algarve (o orçamento não permitiu melhor). Para além do orçamento apertado, o R. fez uma queimadura solar com complicações, logo no primeiro dia de praia. Entretanto já está bem mas, praia e sol que é bom, foram dois dias, o resto do tempo foi a fugir de sombra em sombra porque ele não aguentava o sol nem o calor. Foram umas férias a banhos de sombra!

Tivemos oportunidade de visitar a FIESA, uma exposição de esculturas em areia em Pêra, muito gira! O tema deste ano era as maravilhas do mundo e também fomos aos caracóis na Fuseta, o nosso petisco de eleição, nas férias. O resto do tempo foi passado em casa, em arrumações ou na sorna.

Mais férias só para Dezembro, gosto de deixar uns dias para o Natal. Até lá, resta o trabalho, um ttt pelo meio e outros projectos com mais ou menos importância para realizar. Tenho a certeza que quando chegarem as férias do Natal, estarei novamente muito precisada de uns dias de descanso!

Um beijinho grande e obrigado pelas visitas. Para quem está de férias, boas férias e gozem muito. Para quem ainda está ou já está a trabalhar, bom trabalho!

Lita

P.S. Do peso que já deveria ter perdido, nem falo! Tenho que voltar ao ataque em força!!


26 julho 2007

De malas aviadas, rumo ao calor!



Quase, quase de férias o trabalho não me tem deixado tempo para cá vir. E, para ser honesta, a inspiração e a vontade também não ajudam.

Não tenho novidades à excepção das decorações lá em casa, que avançaram um bocadito!

O R. teve mais um desaire nos projectos e objectivos que estabeleceu para a vida dele e, penso e espero que agora, procure mudar o rumo que tem seguido. A vida e as opções que tem feito não têm contribuído em nada para a saúde física e mental dele nem para a minha, por arrasto! É difícil ver sofrer quem amamos e não poder fazer nada!

Depois das férias veremos que trilha segue a nossa vida!


Tenho procurado ocupar a mente com os pequenos prazeres do dia a dia para evitar a ansiedade e a tortura psicológica da infertilidade. Os planos que temos definidos para o futuro são concretos e desta vez, tenho fé que tudo vai ser diferente, com um final muito feliz!

Deixo um grande beijo para quem me visitar e boas férias.

Lita

10 julho 2007

Regresso, mas por pouco tempo

Pois é, o que era doce acabou-se! Mas é por pouco tempo porque no final do mês vou de férias a valer! Três semaninhas longe dos papéis, dos horários para cumprir, com muito sol e praia (se o S. Pedro permitir, claro!).



Esta semana deu para tudo um pouco, só não deu para a praia mas, deu para descansar, engomar, fazer uma boa limpeza à casa, visitar uma amiga muito querida e para fazer um pic nic na serra com os nossos amigos do coração.
Nestas três semanas tenho o meu trabalho para pôr em ordem, para dia 30 voltar a entrar de férias. Este ano, só vamos passar férias fora de casa uma semanita mas, é bom de qualquer forma.
Um beijinho grande


Lita

29 junho 2007

CHEIRINHO DE FÉRIAS


Ultimamente tenho andado realmente cansada. Cansaço físico e mental e muita impaciência, à mistura! Tenho aguardado as férias com ansiedade para poder fugir um bocadito à rotina. E eis que chega uma semaninha de férias, o que é pouco mas dá para relaxar e não pensar no trabalho e nem nas rotinas do dia-a-dia.


Já tenho algumas coisas planeadas mas, uma semana também não dá para tanta coisa assim! Tenho que reservar tempo para visitar uma amiga que vai hoje receber a sua sementinha, para passar a ferro uma montanha de roupa que me aguarda desde o fim de semana passado, para namorar muito e mimar o meu amor que anda ainda mais exausto do que eu e, acima de tudo, tenho que reservar tempo para descansar e dormir muito! E se o tempo o permitir, espero ir apanhar um bocadinho de sol, à praia.



As férias a sério, só a para o fim de Julho. Temos férias, os dois e estamos a pensar ir uns dias até à costa alentejana. Só mesmo uns dias porque este ano não dá para mais!

Curiosamente agora que temos planos definidos e uma linha de acção traçada, para um futuro próximo, tenho-me sentido muito ansiosa. É um contra-senso mas a minha cabeça não funciona da maneira mais lógica. Espero que estes dias mais calmos ajudem a aliviar o stress e a acalmar os nervos!

Deixo um beijinho grande e votos de bom fim-de-semana.

Lita


21 junho 2007

Planos para o futuro

Ontem foi dia de consulta, a primeira depois do negativo de Março. Como sempre, a espera para a consulta, para mim funciona para acumular uma pilha de nervos e de ansiedade que me deixam as pernas bambas. Posso até, ir muito calma mas, assim que entro na recepção começam os tremeliques.
A consulta de ontem correu bem. Programaram-me mais análises e o terceiro ciclo para a ICSI a iniciar em Outubro. Desta vez, vou fazer um protocolo curto, já que a resposta à medicação nos outros dois, não foi grande coisa.
Ainda tive a oportunidade de acalmar os meus receios quanto ao número de ciclos que nos permitiriam fazer lá. Se o ciclo programado agora não resultar, sei que não me vão fechar as portas, e isso deixa-me mais tranquila!
Ter planos e objectivos delineados para o futuro é importante para mim, deixa-me a sensação de estar activamente a fazer alguma coisa para chegar ao filho que desejo!
São as novidades que tenho para hoje!
Um beijinho grande
Lita

18 junho 2007

Mulher de pouca fé!


A fé é um tema que não costumo abordar com muita frequência mas, como este espaço serve para abrir o coração e para expor o que me vai na alma, hoje o assunto é a fé!

Tive uma educação dentro dos padrões normais para o meio onde cresci. Fui baptizada um mês depois de nascer, frequentei a catequese e fiz a primeira comunhão e a comunhão solene. Tive dos meus pais e dos adultos que me rodearam na infância, uma influência clara no que diz respeito à religião católica. Ensinaram-me o que todas as crianças sabem sobre Jesus, sobre o seu nascimento, sobre os seus pais, os seus ensinamentos e sobre o respeito e o temor que devemos ter a Deus. Ensinaram-me tudo isto, tal como aos meus irmãos, e desde que me lembro de ter capacidade de pensar e de aprender que absorvi todos estes ensinamentos. Mesmo depois de adulta, com capacidade e discernimento para decidir e optar na minha vida, casei na igreja e como tal prometi no altar, diante da N.ª Senhora de La Salette, diante do padre, dos padrinhos e de mais de uma centena de familiares e amigos, viver com o meu marido e criar os nossos filhos de acordo com os ensinamentos que nos foram incutidos desde a nossa infância.

Foram cerca de 27 a 28 anos a considerar estes ensinamentos como verdades absolutas na minha vida mas, de há dois anos para cá, essas verdades deixaram de ser absolutas e passaram a ser questionáveis e neste momento, sinto que a minha fé está seriamente ferida! Nos últimos anos tenho-me deparado com situações pessoais e outras não tão pessoais mas, com pessoas próximas que me fizeram questionar muitas certezas e convicções religiosas que sempre me acompanharam.

Sei que com fé, os problemas que enfrentamos na vida se tornam mais fáceis de enfrentar. A fé é um apoio, um pilar para muitas pessoas. “Aconteceu assim porque Deus quis” ou “Deus quis assim e temos que aceitar” ou ainda “… se Deus quiser” são verbalizações comuns por parte dos que são crentes. Existem questões na minha vida e ao redor de mim que me tornam incapaz de aplicar quaisquer destas expressões. Não posso compreender e tão pouco aceitar que seja vontade de Deus que uma mulher sofra com o sofrimento da filha de 5 anos que acaba por morrer com um cancro na cabeça e que, quinze anos depois sofra com o sofrimento do marido que morre também com um cancro na cabeça, sem que o tipo de tumor da filha e do pai tenham qualquer relação genética. Qual é a probabilidade de uma tragédia como esta, acontecer a dois membros da mesma família e como é que é possível que esta mulher ainda se consiga agarrar à fé para tentar vencer o desgosto? Que Deus rouba a filha e o marido a esta mulher e ao mesmo tempo lhe consegue dar conforto?

Eu felizmente, nunca perdi ninguém da família num acontecimento semelhante e os meus problemas são tão pequenos, comparados com um sofrimento atroz como este! Mas, no meu pequeno drama, na nossa incapacidade de gerar um filho, tenho sofrido muitos abalos na minha capacidade de acreditar.

Sempre vivi de acordo com as leis da religião que professo desde a minha infância, sempre me socorri dessas leis para me relacionar com os outros e coloquei-as em prática no relacionamento com o próximo, porque é que Deus nos seus desígnios insondáveis, decidiu que eu/nós teríamos que passar por tudo isto, para aspirar a um dia, “se for vontade Dele”, sermos pais?

Questiono-me muitas vezes se todos estes sentimentos significam uma perda da fé ou, se pelo contrário, continuo simplesmente zangada com Ele, por tudo o que me faz sofrer! Será que é falta de fé ou é falta de humildade?

Espero que o tempo e a vida me tragam a resposta.
Um beijinho grande.
Lita

05 junho 2007

INSPIRAÇÃO PARA AS FÉRIAS




Um cheirinho de praia, para matar saudades do Verão que está quase, quase a chegar!

O S. Pedro foi simpático e compadeceu-se destes pobres mortais, que já estavam fartinhos dos dias cinzentos. Mandou-nos uns dias fantásticos de sol e calor!

Fica a imagem para nos inspirar...

Para quem está de férias, boas férias e aproveitem muito. Para quem, como eu, ainda tem muito que trabalhar até às férias, fica a imagem para regalar os olhos e sonhar com dias quentes cheios de dolce far niente!


Beijinhos grandes.


25 maio 2007

ESTROPIADA!

Hoje estou que nem posso comigo! Ontem fui a primeira vez ao ginásio e saí de lá, de rastos. É triste mas, aos 30 anos estou tão enferrujada que depois de 1,5h no ginásio sinto que fui estropiada! Mais ou menos assim!!!

Mas, apesar de estar toda partida sinto-me bem, psicologicamente claro! Foi o primeiro passo e agora é só ter disciplina e encarar as sessões no ginásio como um tratamento de saúde. Sim, porque perdemos qualidade de vida à medida que ganhamos peso e banhocas!! O monitor sugeriu-me que devia ir 3 vezes por semana e não 2, pelo menos nos primeiros meses. O problema é que fico com pouco tempo para os meus trabalhos em casa! Tenho que tentar organizar melhor o meu tempo para conseguir ir 3 vezes por semana ao ginásio!

Este fim-de-semana vai estar bom tempo para dormir, namorar e ficar por casa e, provavelmente é isso que vou fazer.

Deixo-vos um beijinho grande e votos de um bom fim-de-semana, a descansar ou a fazer outras coisas mais interessantes!

Lita

21 maio 2007

Falta de novidades

Ultimamente ando sem vontade de escrever aqui. Ando um bocadito xururu mas, não há nenhum motivo especial. Ando simplesmente sem vontade!
Pelos meus lados não se passa nada de novo, não tenho novidades nem perspectivas para os próximos tempos. Anda tudo muito parado!

A dieta vai indo mas, como tive um ciclo de 48 dias (depois dos ttt acontece-me sempre ter um ciclo assim longo!), ando mais inchada e como tal, não medi nem me pesei coisíssima nenhuma!
Finalmente decidi ir para o ginásio porque caminhar implica que haja bom tempo e como o tempo não é nada certo, no ginásio não há a desculpa de estar a chover! Começo esta semana.

O assunto que me tem ocupado mais ultimamente é um projecto para mobilar/decorar adequadamente o quarto que decidimos transformar em escritório. O orçamento das estantes que mandei fazer excedeu um bom bocado as nossas expectativas mas, vai ter que ser! Temos livros e pastas empilhados no chão e encaixotados, e não podemos permitir que se estraguem, não é? Entretenho-me a ver programas de remodelações e decoração no People and Arts e na Sic Mulher e fico cheia de ideias para o nosso apartamento mas, o raio do orçamento nunca chega!!! Também ando de olho nuns cadeirões antigos, nas casas de móveis usados e nas feiras de velharias, porque gostava de pôr um cadeirão do género, forrado com um tecido giro para fazer um cantinho de leitura, no escritório. Continuo à procura…
(Ficam algumas ideias que ainda não estão bem definidas, acho que gostava mais de uma poltrona antiga, em madeira entalhada e forrada com um tecido moderno, para fazer o contraste com os móveis modernos, em linhas direitas. Por enquanto são só ideias!)



E é a isto que se resume a minha vidinha, ultimamente.
A Primavera costuma ser mais animada mas, para os meus lados anda tudo muito "xoxo"! Aguardam-se dias melhores!

Um beijinho grande e boa semana.

Lita

04 maio 2007

A saga do Sushi, parte III

Parece que a experiência do Sushi despertou alguma curiosidade! Por isso vou deixar a receita, para quem quiser experimentar.



SUSHI DE SALMÃO FUMADO E QUEIJO CREME


Ingredientes:

Folhas de algas nori (a quantidade que se desejar)
Fatia de gengibre (a quantidade que se desejar)
Queijo creme para barrar
Salmão fumado (a mesma quantidade que usar de algas)
1 ch. almoçadeira de Arroz (eu usei arroz basmati)
1 1/2 col. sopa de vinagre
1 1/2 col. sopa de sumo de limão
1/2 col. chá de sal
2 col. sopa de açúcar
Talos de cebolinho fresco

Confecção:

Arroz
Cozer o arroz em duas chávenas almoçadeiras de água. À parte juntar o vinagre, o sumo de limão, o sal e o açúcar e levar ao lume. Retirar quando o açúcar tiver derretido. Quando o arroz tiver absorvido a água retirar do lume. Juntar a calda e incorporar, mexendo. Deixar arrefecer.

Molhar um pano de cozinha e espremer bem. Estender numa bancada e dispor as algas abertas em cima à medida que as for utilizando, para humedecer. Espalhar arroz suficiente para cobrir a folha de alga e com a ajuda de uma colher, comprimir bem. Colocar as fatias de salmão em cima do arroz, numa das extremidades da alga. Barrar o salmão com queijo creme e dispor em cima, um talo de cebolinho. Enrolar cuidadosamente, apertando bem. Deve começar a enrolar pelo lado que tem o salmão. Embrulhar o rolinho em plástico aderente, de cozinha e deixar repousar para ganhar forma.
Repetir a operação anterior até ter terminado os ingredientes.
Antes de servir, retirar o plástico aderente, cortar rodelinhas com cerca de 2cm. Dispor num prato e enfeitar com o gengibre.


Eu usei o arroz basmati porque a receita aconselhava a usar arroz de grão duro e, o arroz basmati fica sempre soltinho. Em vez dos talos de cebolinho fresco, que não encontrei, usei cebolinho seco, de frasco.

Bom apetite!



Para quem quiser experimentar, espero que corra bem e saiba melhor ainda!

Um dia destes venho cá deixar umas receitas light, mais adequadas à dieta!

Por falar nisso, já avaliei a minha evolução no regime de emagrecimento. Tomei uma embalagem de 10 ampolas, 1 por dia, e ao fim dos 10 dias, perdi 1,5Kg e 5,5 cm de volume, ao todo (cintura, ancas e coxas). Em peso podia ter corrido melhor mas, em cm correu muitíssimo bem! Só na cintura foram 3,5 cm, que é onde preciso de perder mais volume.

Continuo com o meu programa de dieta e caminhadas mas, andei a ver ginásios e acho que me vou aventurar. Não acho muita piada ter que ir sozinha mas, não arranjo ninguém que vá comigo! As caminhadas não têm resultado como eu gostaria portanto, vai ter que ser… pelo menos enquanto eu conseguir manter a determinação!

E pronto, acabaram-se as novidades! Espero não que não se tenham aborrecido muito com os kg e os cm!!

Um excelente fim de semana, que pelos vistos será cheio de sol e calor, e um beijinho muito grande para todos.


P.S. - Sem Desistir como o teu blog foi privatizado não posso retribuir as visitas. Fica um beijinho especial para ti!


27 abril 2007

Em dieta...

A experiência com o Sushi correu assim, assim. Depois de estar 2 horas a embrulhar os ingredientes nas algas, fiquei tão enjoada com o cheiro que quase não consegui comer! Quem adorou, ficou mesmo viciado foi o meu marido. Adorou sobre tudo as fatias de gengibre (na foto do post anterior, o gengibre é aquela trouxinha cor de rosa).

Mas receitas à parte, esta semana entrei oficialmente em regime de emagrecimento! Engordei 5kg com o tratamento e preciso mesmo de perder peso. Já tinha uns quilitos a mais e agora então…


Vou tentar perder 5kg numa 1.ª fase e outros 5 depois de atingir a 1.ª meta.

Estabeleci algumas medidas de ataque:



  • Refeições light, mas equilibradas.




  • Ampolas para drenar e para ajudar a eliminar a gordura instalada.




  • Massagens e anti-celulítico para drenar e para adelgaçar as zonas com celulite.




  • Caminhar uma hora por dia e, sempre que possível, fazer Yoga (que ajuda a tornar o corpo mais flexível e a relaxar a mente).



Isto tudo, e muito autocontrole para resistir à tentação do prato! E se é difícil!



Um bom fim de semana e um beijinho grande para todos os visitantes. Um beijinho especial e solidário para as companheiras de dieta!



Lita

23 abril 2007

Receitas especiais para ocasiões especiais!

Como o prometido é devido e, mais vale tarde do que nunca, aqui fica a receita da muamba de peixe.


Muamba de Peixe
Ingredientes:

300 grs de abóbora
250 grs de quiabos
1,5 kg de corvina ou garoupa
2 cebolas
2 beringelas
2 dentes de alho
sal q.b.
gindungo q.b.
2 dl de óleo-de-palma


Confecção:
Depois do peixe arranjado corta-se às postas. Leva ao lume num tacho o óleo-de-palma, a cebola e os dentes de alho picados. Assim que a cebola alourar um pouco, junta-se os quiabos cortados ao meio, assim como as beringelas descascadas e cortadas aos cubos e a abóbora aos quadrados. Deixa-se refogar um pouco mexendo. Adiciona-se um pouco de água e põe-se o peixe, o gindungo e tempera-se de sal. Deita-se mais um pouco de água e deixa-se o peixe cozer (+- 10 min). Sirva acompanhada com funge.
fonte: www.gastronomias.com


A receita que a minha mãe faz não leva beringela e, em vez da abórora normal, leva courgettes.
A funge é óptima mas é preciso saber fazê-la! É feita com farinha de mandioca e água. Eu nunca consegui bater a farinha, não tenho braços que aguentem o ritmo (faz-se de forma idêntica à massa dos rissóis, mas em quantidade muito superior)!
Em vez da funge pode-se servir a muamba com arroz branco ou, em alternativa, com maçaroca de milho, batata doce e raiz de mandioca tudo cozido em água e sal, fica delicioso!

Claro que esta receita é melhor no Inverno e é muito amiga das calorias! Mas fica o registo para quem tiver a curiosidade de experimentar!

Esta semana venho cá deixar uma receita boa, para quem está a tentar perder uns quilinhos. Eu sou adepta de experimentar coisas diferentes na cozinha. Detesto a monotonia, preciso de dar azo à minha criatividade!


http://www.ciaprochef.com

A semana passada, andava às compras e encontrei algas nori à venda. Para quem não sabe, as algas nori são usadas no sushi, para fazer aqueles rolinhos característicos. Como tenho umas receitas de sushi à espera que eu encontre os ingredientes, agora que encontrei as algas vou experimentar Sushi de Salmão Fumado.

Depois de devidamente testado, deixarei cá a receita! Esta é amiga da nossa linha!

Boa semana e b
om apetite!

Um beijinho grande!

Lita

13 abril 2007

O RECOMEÇO

Para início deste post, quero agraceder a todas o apoio (um beijinho às visitas novas, tenho tido algumas ultimamente!). Vocês são todas umas queridas e sem o vosso carinho, tudo isto é bem mais difícil de suportar.
Regressei ao trabalho na 2.ª feira e, depois de 3 semanas de ausência, tenho a secretária cheia de papéis e de trabalho pendente, para resolver. Por este motivo não tenho tido muito tempo, e para ser sincera também não tenho tido muita vontade, de escrever. Tenho visitado alguns cantinhos mas ainda não tive tempo para visitar todos. Prometo fazê-lo por estes dias!

Novidades não tenho nenhuma, em especial, e para estar sempre a lamentar a falta de sorte que me assiste, não vale a pena, não é?

Tenho-me entretido a arranjar o jardim e as floreiras da varanda, cá de casa. As tulipas que tinha na varanda estavam todas com um aspecto miserável, secas e raquíticas e então troquei de plantas. Agora tenho uma plantinhas lindas e vistosas, mas não sei como se chamam. O trabalho ao ar livre ajuda a espairecer!

Também andamos a planear umas compras para o terraço, mesa, cadeiras e guarda-sol porque gostamos de reunir os amigos à volta da mesa e o verão é propício para isso, com petiscos e grelhados.

Enfim a vida continua e eu tento continuar com a minha.

Um beijinho grande e obrigado por estarem sempre desse lado!

Lita

30 março 2007

Segunda ICSI, segundo negativo.

Sinto-me inundada de vazio, de tristeza e acima de tudo, de um enorme cansaço. Saber que esta luta não terminou, para mim, que tenho que voltar a passar por tudo, que as minhas oportunidades estão a passar sem qualquer resultado, tudo isto, deixa-me mais exausta, ainda.

Meu Deus dá-me forças e coragem para continuar a lutar!
Meu Deus dá-me discernimento e sensatez para reconhecer o meu limite, para saber quando parar!

Obrigado pelo vosso apoio e por tantas visitas! Lamento profundamente não trazer boas notícias!


Um beijinho grande e uma boa Páscoa para todos. Só devo cá voltar depois da Páscoa, preciso destes dias para interiorizar e assimilar mais esta derrota e o futuro que tenho que enfrentar!

P. S. - Que forma mais triste de comemorar o 1.º aniversário deste cantinho! Faz hoje um ano que criei este blog e escrevi o 1.º post!

19 março 2007

A espera

Hoje fiz a transferência. Um embrião que, segundo a bióloga evoluiu muito bem, com 8 células.
Agora resta-me esperar e tentar ocupar a cabeça com outras coisas.

Não estou optimista nem pesimista, estou na expectativa para ver como acaba mais esta batalha...ou como começa uma aventura ainda maior!

Espero que a sorte esteja do meu lado, desta vez!

Um beijinho grande e obrigado por tudo!

17 março 2007

Mais um passinho exitante...

Com os nervos à flor da pele, ontem às 07,30h da manhã entramos no hospital de Gaia para fazer a punção e a colheita dos espermatozóides. Correu melhor do que a 1.ª vez, pelo menos não tive tantas dores!
Apesar da fraca resposta à estimulação conseguiram colher 3 ovócitos. Hoje, a bióloga ligou-me e informou-me que só fecundaram 2 e só 1 evoluiu. Tenho a transferência marcada para 2,ª feira se, até lá, não me voltarem a ligar a alterar esses planos. Senti-a tão cuidadosa a dar-me a notícia que, pensei que me fosse dizer que não tinha embriões para transferir!
No fim de tudo, e sabendo que não respondi à estimulação como seria desejável, ter um embrião já é uma vitória!

Fico a aguardar por 2.ª feira sempre com muito medo, cada vez que o telemóvel toca.


Deixo um grande beijo e votos de muitas felicidades à Stardust. Muitos parabéns pelo nascimento dos teus pipizes, que tenham uma vida cheia de alegrias e muito amor!

Despeço-me de todos os leitores deste cantinho e continuem a torcer para que esta minha caminhada, termine com "e foram felizes para sempre", como nas histórias que começam com "Era uma vez...".

Bom fim de semana.

Lita

P. S. - Quando esta onda passar volto às visitas diárias, por agora não tenho cabeça para isso. Desculpem-me mas, prometo que ponho as visitas em dia assim que me sentir mais capaz!

12 março 2007

Mais um passo vacilante em frente...

Hoje foi dia de análises e nova ecografia. Parece que a evolução não foi muita mas, já marcaram a punção para 6.ª feira. Tenho apenas 4 folículos que poderão dar ovócitos de alguma qualidade e mesmo assim os dois maiores têm 14 e 16 mm. A estimulação não correu bem o que dá um prognóstico reservado! O médico marcou-me a punção para 6.ª feira porque acha que com a dose de medicação que estou a fazer não devo prolongar o tratamento.


Tenho que confiar nos médicos porque se achassem que não tinha hipótese de sucesso não marcavam a punção mas, devo admitir que continuo triste com estes resultados. Afinal o primeiro ciclo é o que traz mais dúvidas e acabou por correr melhor do que este!


Nisto tudo conheci uma companheira de luta na primeira punção e por coincidência encontramo-nos novamente hoje! Vamos voltar a fazer a punção juntas e hoje pelo menos, não tive que esperar sózinha as 3 horas para fazer a ecografia, sempre tive alguém para conversar e distraimos a ansiedade uma da outra!


A serenidade que me tenho esforçado tanto para preservar abandonou-me de vez e deixou lugar ao medo e à ansiedade. Vou tentar manter-me ocupada porque também quero deixar o meu trabalho em ordem para me poder ausentar duas semanas de atestado e uma de seguida, de férias. Marquei férias para depois do atestado para me poder restabelecer do resultado disto tudo! No primeiro tratamento fui trabalhar e parecia uma torneira estragada, constantemente a verter lágrimas. Desta vez se houver lágrimas para verter vou fazê-lo na minha privacidade. Se houver um grande sorriso para mostrar sempre tenho uns dias para arejar e viver a minha felicidade sem perguntas constantes do porquê da minha felicidade/infelicidade!


Não pensem que é pessimismo da minha parte ou que estou a ser negativa em relação a este processo todo, eu não deixei de acreditar mas, tenho que ter os pés no chão e a cabeça no lugar. Com tudo isto obrigo-me a não voar alto demais porque, por experiência própria, a queda é muito dolorosa!!


Obrigado pelo apoio de todas, vocês são uns mimos!!!


Um beijinho grande e continuem a rezar por mim, porque preciso muito das vossas preces!

10 março 2007

Dificuldades


Ontem fui fazer a 1.ª ecografia de controlo dos folículos. Parece que não está a correr como seria de esperar, a resposta do ovário não foi muito boa. Tenho 7 folículos mas, todos muito pequenos. Tenho estado a fazer uma dose alta de Puregon e vou ter que continuar com a mesma dose.


Vim do hospital tristinha porque não estava à espera de notícias destas. Pelo contrário, uma vez que estou a fazer uma dose tão alta esperava ter outro resultado! Já não bastava ter estado à espera 3 horas para fazer a ecografia, sózinha e ainda trago uma novidade destas! Volto lá 2.ª feira mas, sabendo que estou a responder mal à medicação, já vou com o coração nas mãos!



Parece que a sereniade vai partir para outras paragens!!






Amanhã é o meu dia de ser pequenina, faço 30 anos. Nos anos anteriores tenho feito um almoço com a família e os nossos amigos do coração mas, este ano vou-me limitar a ir almoçar à casa dos maus pais. Preferi não me meter em trabalhos nem em stress. Gosto muito de receber em minha casa mas, numa altura destas ponderei bem e achei melhor adiar o almoço para o fim do tratamento. Se tiver motivos para comemorar tudo bem senão, fica para outra oportunidade!

Além disso a minha mãe cozinha tão bem! Pedi-lhe para fazer um prato típico do país dela, Moamba de Peixe. É uma delícia, que o digam os apreciadores de comida africana! Vou-me deliciar a comer a Moamba e vou-me tentar abstrair do veredicto de 2.ª feira.

Um dia destes deixo aqui a receita da Moamba de Peixe.



Obrigado pelo apoio e por continuarem desse lado, vocês são o meu apoio!


Reparei que tive visitas novas, um beijinho especial!

Lita

02 março 2007

A SEGUNDA FASE

Hoje tive luz verde para passar à segunda fase do tratamento. Amanhã, juntamente com o Suprefact, vou iniciar o Puregon. Na próxima 6.ª feira vou repetir o controlo do Estradiol e vou fazer a primeira ecografia.

Sigo serenamente o caminho. Tenho conseguido afastar a ansiedade e os sentimentos conturbados e negativos. Não sei bem como mas, provavelmente por já ter uma experiência anterior, tenho conseguido controlar-me.
Um beijinho especial para as companheiras de luta que também estão em tratamentos, não deixo nomes para não excluir ninguém.
Um bom fim de semana e muita serenidade.

22 fevereiro 2007

Continuando o caminho

A consulta lá passou. Ía um pouco temerosa porque ainda não sabia o resultado das análises que fiz em Dezembro. Afinal estavam bem, inclusivé os valores hormonais estavam dentro dos valores normais. Trouxe a receita com o resto da medicação prontinha para deixar uma pipa de massa na farmácia! Desta vez vou usar o Puregon e a Dr.ª aumentou-me a dose, talvez resulte melhor, quem sabe!?

Estou aliviada porque pude prosseguir com o tratamento sem percalços, pelo menos para já.




Agora falemos de outro assunto. Há alguns posts atrás falei aqui na namorada do meu irmão, que está com um problema bicudo, não sei se se lembram! Comentei que ela tinha quistos nos ovários e que teria que ser operada. Pois bem, depois de uma ressonância magnética descobriu-se que os quistos não são quistos são tumores. Um com 4 cm e outro, no outro ovário com 3,8. Imaginem só, o mundo caiu-lhe em cima! Os tumores são benignos, são os chamados tumores dermóides ou estromas.

Agora vem a parte pior. A médica que lhe pediu os exames e fez o diagnóstico informou-a que teria que tirar os ovários. Ela andava mesmo desorientada, aos 24 anos de idade arriscava-se a ficar definitivamente estéril!!

Mais uma vez, um bocado a medo, meti a colherada. Sugeri-lhe que não se submetesse a uma cirurgia tão radical, sem pedir uma segunda opinião. Ela concordou mas, como não conhecia outros ginecologistas, eu fiquei de lhe marcar uma consulta, noutro médico. Levei os exames dela e mostrei-os a uma médica com quem trabalho e me dou muito bem. Segundo esta, uma vez que o tamanho dos ovários era conservado, não operava até ela ter filhos. Foi uma segunda opinião mas, achei que ela é que deveria ir ao médico, com os exames e ouvir a opinião do próprio. Lembrei-me que uma amiga internauta e real também, comentou comigo que a médica que me segue em Gaia, trabalha numa clínica em Espinho. Fui pesquisar às páginas amarelas na net, encontrei o n.º da clínica onde ela trabalha e consegui falar com ela. Identifiquei-me como doente de Gaia e, mesmo não me tendo reconhecido pelo nome, marcou a consulta para a mesma semana. A C. veio de lá com uma resposta completamente diferente das outras duas. A Dr.ª propôs-lhe fazer a cirurgia por laparoscopia e vai tirar, não os ovários mas, os tumores dos ovários, até porque ela tem, bem visível nas ecografias que fez e na RM partes dos ovários com folículos. A Dr.ª ficou abismada com a opinião da médica que lhe diagnosticou os tumores. Como é que um médico deixa uma jovem estéril, quando pode encaminhar a doente para outro colega, que pode resolver a situação de outra forma, muito menos radical!?

Já está encaminhada para fazer a cirurgia em Gaia e é a Dr.ª que vai fazer. Afinal, quem melhor do que um médico que está sensibilizado para os problemas da infertilidade, para resolver o problema no presente tentando minorar os problemas que terá no futuro, quando decidirem ser pais!!

Voltei a falar nesta história para que vejam a falta de, atrevo-me a dizer, escrupulos e competência de alguns médicos! Neste tipo de diagnósticos e soluções radicais é sempre bom pedir uma segunda ou terceira opinião.


Estou sinceramente mais aliviada por saber que ela está em boas mãos e orientada par resolver o problema sem radicalismos! Está inclusivé em boas mãos para, se necessitarem de ajuda médica para engravidar, recorrerem a quem sabe, e o mais certo é precisarem, isto também na opinião da Dr.ª!!!


Um beijinho grande e obrigado pelo apoio e pela paciência de me lerem!


Lita

20 fevereiro 2007

A Segunda Batalha

Ontem iniciei mais uma batalha nesta guerra contra a infertilidade, comecei o tratamento para a 2.ª ICSI, com as injecções de Suprefact.
Esta batalha está a ser travada com muito mais calma e menos ansiedade do que a primeira. A verdade é que a ansiedade é mais um entrave, nestas situações. No primeiro tratamento sofri muito à custa disso, tive uma crise de ansiedade e fiquei com arritmias mesmo depois do tratamento, tudo devido à ansiedade! Desta vez, miraculosamente, estou calma! Estou calma e surpreendida comigo mesma, porque o stress e a ansiedade são dois "males" que fazem parte de mim, acompanham-me sempre e em todas as situações. Não sei se vou manter este estado de espírito até ao fim mas, ter iniciado o tratamento desta forma já é óptimo!
Amanhã é dia de consulta e isso, é que me deixa nervosa! Eu até consigo chegar ao hospital calma mas, o tempo todo da espera e a chamada para a famosa sala 5, deixam-me invariavelmente a tremer e com o coração a bater tão acelerado como se tivesse acabado de correr 10 km!! Amanhã a Dr.ª vai-me prescrever o resto da medicação de acordo com o resultado das análises que fiz em Dezembro.
Desta vez, reconheço que estou a levar tudo com muito mais cautela do que da 1.ª vez! Consigo abstrair-me do resultado que tanto espero e concentrar-me num dia de cada vez!
Veremos como vai correr tudo amanhã.
Um beijinho grande e torçam por mim!!
Lita

15 fevereiro 2007

S. Valentim - o dia seguinte



O meu dia de São Valentim foi sem dúvida, diferente do que eu programei.

No domingo combinamos que este ano não havia lembrancinhas. Faríamos um jantar especial mas, em casa, sem grandes gastos e sem nos meter-mos em confusões. Normalmente não é um dia a que eu dê grande importância acho que, como no Natal, há mais o apelo ao consumismo do que aos sentimentos, e quando as finanças não andam assim tão bem é mesmo preciso cortar em certas despesas! O R. concordou veementemente com a minha perspectiva do assunto e ficou tudo acordado. Mas o rapaz anda dado às surpresas e qual foi, qual foi?






Um jantar romântico com direito a massagem no Spa do hotel, e tudo!






Bem, fiquei chateada porque ele não cumpriu com o combinado mas, tenho que confessar que gostei muito, de tudo! A quem estiver interessado num ambiente elegante, romântico e diferente, passo a publicidade, aconselho vivamente o Hotel Mélia Ria.



Um beijinho grande.
P.S. 1 - Escusado será dizer que, como tinhamos combinado que não havia prendas, eu tive direito a isto tudo e ele teve direito a acompanhar-me porque eu não comprei nada, claro! Sou uma mulher de palavra!
P.S. 2 - Na foto, a massajada não sou eu, a foto é a do site do hotel!!
P.S. 3 - As nossas finanças sofreram mais um golpe, espero que sobrevivam!!

12 fevereiro 2007

Mais um desafio à vista


Bom dia e boa semana!

Vi neste cantinho e não resisti a experimentar!

Se fosse uma Música Romântica, qual seria?Aqui

Você é “You´re Beautiful” de James Blunt: você é dado a amores platónicos como os que se vêem nos livros. Tem uma tendência irresistível para amores impossíveis e para perpetuar paixões mantidas em segredo pela sua timidez e insegurança.

You're beautiful. You're beautiful.You're beautiful, it's true.I saw your face in a crowded place,And I don't know what to do,'Cause I'll never be with you.

De facto, adoro a música e nem é de todo mentira a história dos amores platónicos, na minha adolescência a descrição estava mesmo à minha imagem. Hoje em dia já não é tanto assim, mas, julgo que a essência de cada um, não muda muito, não é?! A timidez e a insegurança essas, é que nunca me abandonaram! Já fui pior, a idade também nos obriga a ultrapassar, aos poucos, esses predicados mas quem é tímido e inseguro nunca há-de chegar a ser extrovertido e cheio de autoconfiança!

O maior acto de coragem que tive na vida, foi declarar o meu amor ao R., quando tinha 20 anos! E não é que resultou?! Namoramos 6 anos e acabou em casamento!

O que eu sou mesmo é romântica! Daquelas românticas incorrigíveis! Adoro um bom filme de levar às lágrimas! Ontem passou na RTP1 "As Pontes de Madison County", com a Meryl Streep e o Clint Eastwood (acho que não ofendi nenhum dos dois, a escrever os respectivos nomes!). Não pude ver o filme mas, já li o livro e chorei como uma madalena arrependida! Aliás esse livro está associado a um dos dias mais tristes, que já vivi. Na manhã em que terminei de o ler (e de chorar um rio de lágrimas), descobri que o meu primeiro ttt tinha acabado em insucesso. Aí é que as lágrimas cairam com toda a força!

Mas agora chega! Tenho que deitar os insucessos para trás das costas e seguir em frente!

De hoje a 8 dias inicio mais uma batalha, nesta luta, para encontrar o meu filho. Começo o segundo ttt para a ICSI, com as injecções de Suprefact. Por isso, já tenho tudo a postos, a medicação, as seringas, os contentores (que o R. me arranjou para depositar as seringas em segurança!) e sobre tudo, já me mentalizei para o que aí vem, com todos os contras que todas nós tão bem conhecemos! Os prós, espero para ver se é desta que chegam!

Beijinhos grandes e boa semana.

Lita

04 fevereiro 2007

É oficial!!



Desde ontem, estou oficialmente infoincluída, também em casa!!

Finalmente tenho net e já posso comunicar com o mundo a partir da minha casinha! Já não tenho que escrever os posts em casa, gravá-los na pen para depois os passar para o blog, no serviço. Sim, porque eu quando escrevo sou mais ou menos igual a quando falo, nunca mais acabo!! Escrever os posts enormes que às vezes publico, em horário de serviço, era quase impossível! Agora sim, posso comunicar com todas vocês, sem estar sempre a ver por cima do ombro quando entra o administrador ou a chefe!!

No serviço posso continuar a espreitar-vos, passo a expressão, mas em casa estarei muito mais à vontade!
Beijinhos grandes
Lita

P.S. Espero que o Mega encontro tenha corrido muito bem! Aguardo notícias.

31 janeiro 2007

Dentista de urgência!!!




As coisas que me acontecem! Hoje, ao pequeno almoço, a comer uma pada-de-ul (pão regional da minha cidade) que me estava a saber pela vida, parti um dente! O desgraçado já se partiu e restaurou uma meia dúzia de vezes, mas desta vez finou-se mesmo!

Partir mas não saiu, ficou fracturado dentro da gengiva, isto é, ficou pendurado pela gengiva! Estão a ver não é, lá tive que ir de urgência ao dentista.


Eu detesto ir ao dentista!!!!!


Quando saí de casa hoje de manhã comentei com o R. que ía ao cabeleireiro à hora de almoço. Afinal passei a hora de almoço de boca escancarada na cadeira do dentista! O dentista, jovem mas interessado (no meu dente, claro!) lá esteve com toda a paciência a restaurar o meu dentinho, com 2 parafusos. Bem agora já não posso dizer que não perdi um parafuso, va-se lá saber se não é mesmo meu!



Lita

26 janeiro 2007

Fim de Semana à Porta

Mais uma semana que passou e, à parte a formação que dá sempre muito trabalho e traz sempre muito stress, nada de novo se passou aqui para os meus lados!
No serviço, o mês começou com uma avalanche de trabalho mas, agora anda tudo muito sereno, sereno até demais!! É sempre assim, ou tenho uma pilha de trabalho até ao tecto ou então estou na pasmaceira! O que é uma pena porque, estar no serviço na pasmaceira e ter tanto trabalho para fazer em casa, dá-me uma neura desgraçada!! E com a formação à noite, não dá mesmo para mais!
O fim de semana avizinha-se muito doméstico, tipo gata borralheira: limpar a casa, fazer várias máquinas de roupa, passar a ferro, etc!
Espero que o vosso fim de semana seja mais estimulante do que o que vou ter!
Divirtam-se e aproveitem!
Lita

22 janeiro 2007

Triste presságio!

Hoje fiquei bastante triste e preocupada com uma notíca na família. Fiquei a saber que a namorada do meu irmão tem que ser operada aos dois ovários, por ter quistos nos dois e quistos que têm vindo a aumentar! A ginecologista dela prescreveu-lhe a pílula e ela, recusa-se a tomar porque não quer engordar! Pode uma coisa assim!? Que inconsequência, meus Deus!
Fiquei preocupada porque já não bastamos nós (eu e o R.) com problemas de fertilidade adivinha-se o mesmo calvário com eles os dois! E são tão novos, fazem ambos 25 anos este ano. Ele é tão apaixonado por ela que está disposto a renunciar à futura paternidade, só para que ela se encoraje a fazer a cirurgia, mas eu sei que o meu irmão, que é uma criança grande, adora miúdos, e já falava em ter filhos, mesmo antes de falar em ter namorada. Como é evidente ela/eles já perceberam que a cirurgia pode comprometer a fecundidade dos dois, no futuro! Ela está inconsolável, ele dá-lhe muita força para que ela se trate! Ela trabalha num infantário, rodeada de criançada e adora crianças, aliás, como todas nós! Que situação!
A única "colherada" que meti foi incentivá-la a procurar uma segunda opinião médica, mas mais não posso fazer!
Às vezes, posso estar "a fazer o filme" com antecedência e pessimismo a mais, mas só por saber o que estamos a passar, o que eu mais temo, é que eles venham a passar pela mesma dor, pelo mesmo desespero!
Isto foi só um desabafo, não gosto muito de opinar na vida alheia, mas fiquei mesmo preocupada com o problema dela!
Lita

16 janeiro 2007

Estado de Espírito

O meu espírito down deveu-se a um pequeno conflito que, entretanto se resolveu. O meu R. tem aspirações profissionais e pessoais, quase sempre mais pessoais, que muitas vezes entram em conflito com os nossos projectos a dois, mesmo com o projecto maior que é o nosso filho, ou pelo menos, a hipótese de o concebermos, com o tratamento que se aproxima.
Eu, quando me envolvo nas coisas entrego-me de corpo e alma, acho mesmo que a maioria das mulheres são assim, mas os homens são, por natureza mais egoístas, digo isto pela minha experiência pessoal, não pretendo generalizar o egoísmo masculino! Na natureza deles pesa sempre muito o que é deles, aquilo que querem para eles. Na nossa natureza pesa, quase sempre mais, os projectos a dois!
Connosco, desde o início da nossa relação, entre namoro e casamento já contamos 9 anos juntos, tem sido sempre assim. Os projectos pessoais dele entram muitas vezes, em colisão com os nossos projectos a dois. Com os meus projectos pessoais isso nunca acontece porque, eu considero que se vivemos os dois, nós estamos em primeiro lugar! Não quero com isto dizer que me anulo, que não vivo e não me realizo pessoalmente, uma grande parte da minha realização pessoal passa pelo sucesso do meu casamento e por todos os projectos e sonhos que nos sustentam e nos fazem progredir como casal!
Muitas vezes, ele não consegue perceber que, por mais que sejam as aspirações dele, eu sou arrastada por elas e sou envolvida nelas mesmo quando isso não deve acontecer!
Mas, desta vez, depois de uma boa conversa, o problema parece ter-se resolvido e já estou novamente focada nos acontecimentos que se aproximam e aos quais, devo/devemos dedicar a minha/nossa atenção.

Além disso, um estado de espírito em baixo de forma não pode resistir a uma tentação destas: bolodechocolate. Que me perdoem as meninas que se têm esforçado por manter a linha mas, a dar uma facadinha na dieta, que seja por uma coisa muito boa e este bolo é delicioso!!! É mais uma das receitas que testei e que recomendo vivamente!

Um beijinho grande e uma óptima semana!

P.S. – Acabaram de me contactar para dar mais uma formação para a semana até 9 de Fevereiro. Financeiramente é muito bom mas, já me estou a ver metida no meio do stress outra vez! Ai, ai...


Lita

12 janeiro 2007

BOM FIM DE SEMANA






Venho só desejar um bom fim de semana.
Hoje não estou nos meus dias e também não estou nada inspirada para a escrita. Espero que o fim de semana traga paz de espírito, que estou de precisada. Paz de espírito e tranquilidade!!

Beijinhos grandes

Lita

05 janeiro 2007

ÉPOCA DE BALANÇOS E DECISÕES

As primeiras palavras que quero registar são os meus votos de um 2007 em grande para todos os leitores do meu cantinho, especialmente para todas as mães que aguardam a concepção ou o nascimento das suas estrelinhas, que este seja o nosso ano! Que traga saúde, alegrias, forças para superar as tristezas e os desaires e acima de tudo, que traga muitas estrelinhas para todas nós, que as aguardamos ansiosamente!

À semelhança de tantas outras amigas blogistas, quero também deixar o meu balanço de 2006. Foi um ano preenchido, mais a nível pessoal do que profissional, mas trouxe muitas coisas consigo, algumas boas, outras menos boas!
Iniciei 2006 com um misto de expectativa e de medo, aguardava-mos um veredicto da consulta de esterilidade e, ainda tínhamos a esperança de que o problema se resolveria com um tratamento simples, talvez alguma medicação! Que ingenuidade!! Em Fevereiro tivemos a certeza de que não seria tão fácil assim, fomos informados que o nosso problema era grave e só com uma ICSI teríamos alguma hipótese de virmos a ser pais! Foi um período difícil, um verdadeiro balde de água fria!
Em Março vi uma reportagem na RTP, acerca da petição para a Assembleia da República. Mandei um email a pedir o contacto da pessoa que entrevistaram porque, obviamente queria assinar essa petição e não sabia como fazê-lo. Deram-me o contacto da nossa querida Musa. Falei-lhe do meu caso e ela, querida e amável como sempre, apresentou-me a blogosfera. A partir daqui comecei a comentar alguns blogs e acabei por criar o meu.
Conheci muitas histórias de luta, de sucessos e de insucessos e vivi muitos deles com grande intensidade, como se fossem as minhas alegrias e as minhas tristezas! Neste mundo conheci virtualmente muitas amigas, que me ajudaram a viver a nossa infertilidade com mais esperança!
Uma grande parte do ano foi passada entre a ansiedade de ter a oportunidade de fazer um tratamento e a ansiedade de ver o nosso apartamento pronto! Aconteceram as duas coisas ao mesmo tempo!
Em Setembro mudamos para o tão aguardado apartamento novo e fizemos a ICSI, ainda mais aguardada e desejada. Foi um período estranho, a felicidade da casa nova foi completamente apagada pelo insucesso do tratamento. Senti-me muito em baixo, muito vazia! Olhava para o apartamento novo, bonito, confortável mas, acima de tudo, sentia que era grande demais para dois! Tive esse sentimento comigo durante bastante tempo, a minha casa era muito grande só para dois, principalmente porque, foi comprada com a intenção de sermos pais e querermos dar um espaço digno, confortável e acolhedor ao(s) nosso(s) filho(s). Sem bebé o sentido da casa nova perdeu-se!
Depois do desânimo do insucesso voltou, aos poucos, a vontade de tentar de novo, a esperança de uma nova oportunidade de sermos pais.
O final do ano culminou com a notícia de um novo tratamento a iniciar em Fevereiro, e isso, trouxe novo ânimo.
Mais uma vez, não foi este ano que dei o “salto”, profissionalmente. Tenho que agradecer ter trabalho e um ordenado quando tantas pessoas não têm, mas estou à espera da oportunidade há muito tempo, nove anos!! Ainda não foi em 2006 que pude dizer que me sinto realizada profissionalmente! Espero que chegue esse dia, quem sabe em 2007?!

Em resumo deste palavreado todo 2006 teve altos e baixos, mas deixou marcas muito positivas para o futuro! Deixou muitas amizades virtuais, algumas reais, deixou uma nova esperança para o futuro, uma nova vontade de lutar pelo nosso sonho e deixou-nos o nosso apartamento que, me continua a parecer grande demais só para os dois, mas que espero que se venha a tornar no nosso lar, com a chegada da nossa benção, o nosso filho!

Para 2007 os meus desejos não são muitos, mas são importantes: um bebé, saúde, amor, harmonia e trabalho!

Para todos vocês desejo que continuem a ter a paciência de me visitar e de me lerem. A vossa amizade é muito importante para mim e espero que continuem a contar com a minha, porque ela está disponível para todas!

Deixo um brinde a 2007, que seja o ano das nossas realizações, mais importantes!!


FELIZ 2007!