11 março 2010

Primaveras

Hoje é dia de parabéns para nós! Eu cheguei aos 33 aniversários e a nossa cãopanheira, Ullie, fez 3 primaveras! E posso dizer que, quanto mais velha pior se porta! Quando será que os canitos ficam adultos e bem comportados?!? Ela tira-me do sério!!!
Foi um aniversário especial porque já tenho a minha princesa comigo e, só esse facto, vale por todos os presentes do mundo! À parte isso, o dia correu bem e o S. Pedro deu uma ajuda valente porque mandou um dia lindo e cheio de sol!

Beijinhos grandes

Lita

02 março 2010

3 meses

Às visitas que ainda passam por cá, peço desculpa pelo meu desaparecimento! O tempo voa e, já estou no fim da licença de maternidade. Já ando com dor de barriga por saber que tenho menos de um mês para a minha princesa. De facto, quatro meses parece tanto tempo e num piscar de olhos já passou!!! Ando a mentalizar-me para a deixar com a avó durante o dia mas, dói tanto! Contava-mos ter infantário para Junho mas, afinal só para Setembro. Fizemos inscrição em Julho de 2009 e nem assim!

Ela está grande e cada vez mais linda e comunicativa. Já fez os três meses e todos os dias noto evoluções nela. Já "conversa" muito desde os 2 meses, sorri para toda a gente, já se aguenta sentada devidamente apoiada, aprendeu a cuspir e a fazer bolhinhas com a saliva, dá uns guinchos estridentes quando está zangada e, de vez em quando, não sabe se há-de chorar ou rir e faz uns beicinhos que me derretem! Em resumo, sou uma mãe cada vez mais babada pela cria!

Os meus dias são passados a cuidar dela e da casa e, não consigo que sobre tempo para mim! Estou tramada, não sei como vai ser quando regressar ao trabalho! É das horas de sono descansado e desse tempo para mim, que sinto mais falta. Ter um filho é fantástico mas, nunca mais somos as mesmas! Nunca mais dormi como antes, nem quando ela deixa!

Costumamos sair as duas quase todos os dias. Nem que seja para ir caminhar! Na tentativa de perder algum peso, consultei uma nutricionista e, os passeios fazem parte do meu exercício. Duvido que chegue mas, para já é o que se arranja!

As minhas plantas, o terraço e o jardim estão num estado de abandono completo. Até entristece só de olhar. Não sei quando nem como mas, tenho que arranjar tempo para me dedicar à jardinagem e, de preferência antes do regresso ao trabalho remunerado. Sim, porque do outro, tenho eu todos os dias, aos montes!

Beijinhos e até breve, prometo!
Lita