02 dezembro 2008

A OUTRA MANEIRA DE SERMOS PAIS

Há 8 dias atrás, concluimos a selecção para o processo de adopção. Segundo as técnicas da Segurança Social, não há qualquer entrave no nosso processo pelo que, agora é aguardar. Mas, aguardar sentados e pôr o coração e o desejo de sermos pais em lume muito brando, tipo guardar tudo isso numa caixinha bonita, daquelas em que se mexe muito de vez em quando. Temos uma espera de mais ou menos 6 anos, pela frente, considerando que quando iniciamos o processo a 25/01/2008 nos informaram que esperariamos 6 a 7 anos!

As únicas restrições que colocamos foram a idade, até aos 3 anos e o estado de saúde, não aceitamos crianças com deficiências ou problemas de saúde graves que impeçam o seu desenvolvimento normal. Aceitamos crianças que tenham problemas de saúde, que não sejam degenerativos, limitativos da esperança de vida ou impeditivos do desenvolvimento normal de qualquer criança. Aceitamos inclusivé imãos. O sexo, a raça, a cor da pele para nós não são problema. Mesmo assim, ainda vão passar muitos natais sem brinquedos e sem risos de criança, no nosso ninho!



Percebemos que foi só o início de mais uma longa espera!

Beijinhos muito grandes
Lita

14 comentários:

Miranda disse...

Amiga,

Parabens pela iniciativa da adoção. Infelizmente não temos muita opção que não seje aguardar. Aguardar tratamentos, aguardar para adoção. Mas espero que passe bem rapidinho e que logo logo tua casa esteje cheia de riso e brincadeiras.

Beijos

Miranda

Angel disse...

Tenho uma vizinha que está á espera ha 5 anos, e acham que é este Natal :)
É um longo processo querida, mas serão recompensados.
BJS

Kitty disse...

Parabéns por mais este passo!
:)
Beijinho

Susana Pina disse...

Pois amiguinha, o pior é mesmo a espera que é terrivel, mas um grande passo deste ao encontro do teu filhote/a.
Um bj grande cheio de esperança
susana

Miranda disse...

Amiga,

Obrigada pelas palavras no meu blog. Percebo que a maioria dos homens tem dificuldade de conviver com a infertilidade. Realmente é bastante dificil conviver com isto sozinha. Mas tenho esperança de mudar o pensamento dele.

Beijos

Miranda

Marita disse...

Olá Lita!
Há muito tempo que nao vinha aqui dar-te um beijinho
Desejo-te muita sorte e espero que não tenhas de esperar muito mais tempo para realizares o teu sonho.

beijos

Lita disse...

Ai amiga até dói ouvir que pode demorar 6 anos...
Torço para que não demore tanto, que surja um bebé que possas acolher no teu colo, que possas amar e que possas estragar de mimos com os brinquedos de Natal.

A minha prima esperou pelo seu filho cerca de 12 anos, e quando achou que já não iria ser contactada, porque teve os últimos anos sem notícias, ligaram-lhe e disseram que tinham um menino de 9 meses para ela. Já lá vão 6 anos, é um bom menino e sei que valeu a pena a espera, mas eles poderiam ter sido pais 12 anos antes...
Os tempos eram outros e agora é mais rápido, é o que dizem, mas até dá vontade de rir quando dizem isto. Mais rápido? 6 a 7 anos é rapidez?

Torço mesmo para que tudo se desenrole de uma forma mais rápida.

Beijos

Mary disse...

Parabéns, estás grávida!
Esperemos que seja mais curto que o tempo estimado.
BJs

Paula Santos disse...

Parabéns amiga, Este é inicio de uma caminhada longa que que certamente vai ter um final muito feliz, o importante é nunca desistir.
Bjinhos e boa semana

stardust disse...

É o ínicio de uma longa caminhada, mas vai correr tudo bem!

Beijocas nossas

PS: Tem lá paciência com o teu maridinho, o meu tmb é do género, mas espero educar o meu filhote de outra forma, a ver vamos...

Sol disse...

6 ou 7 anos é realmente muitooooo tempo! Espero, sinceramente, que seja bem mais rápido seres mãe, de uma maneira ou de outra. Sim, porque já estiveste muito perto.

Beijinhos

Fica bem.

Mamã da Rafa disse...

Amiga eu sou do mesmo sangue da Rafinha, sou irmã da mãe dela, tenho a Tutela definitiva porque ela já estava comigo quando a mãe faleceu e visto que os meus pais não podiam, por motivos de saúde. Pai não tem, pelo menos o nome, e tu acreditas que vou ter de esperar, quase o mesmo para a adoptar?! Não dá para compreender, sinceramente! mesmo que o pai do mano posssa ou não ser o pai dela, ela já vai a caminho dos 5 anos, e uma criança não é ou não deveria ser, propriamente um "embrulho", tenho muito receio...é demasiado tempo com o coração nas mãos, mas nunca irei desistir!

Beijinhos solidários

gosto-muito-de-voce-leozinho disse...

VAI CHEGAR A CRIANÇA PERFEITA...AQUELAS QUE ESPALHAM OS BRINQUEDOS PELA CASA.....E SE METEM DENTRO DA NOSSA CAMA;)

ESTOU ORGULHOSA PELO PASSO QUE DESTE

Mamã da Rafa disse...

Boa semana!

Beijinhos de volta