26 janeiro 2009

A felicidade, no meu ponto de vista

Achei o desafio muito interessante e, apesar de ninguém me ter desafiado a tal, resolvi dar a minha opinião.
Para mim, a felicidade total é mesmo uma utopia! No entanto é com ela que desejamos viver e, por conseguinte, levamos a nossa vida a perseguir a utopia da felicidade!
Já passai por periodos da minha existência em que a felicidade era representa por grandes conquistas e grandes momentos. Claro está que era mais nova, mais ingénua e mais idealista!
Entretanto cresci e amadureci, tornei-me uma sonhadora romântica mas, "realista" e as minhas aspirações à felicidade são, também elas mais realistas...quase sempre! Isto é, ajustei as minhas expectativas à realidade, quanto à felicidade romântica e a todas as outras expectativas de felicidade.
Hoje, vejo a felicidade como momentos bons da nossa vida que, nos permitem encarar os acontecimentos menos bons. Dão-nos esperança que depois de um desaire virá um momento feliz, depois de uma tristeza virá um momento de alegria.
Hoje, consigo viver cada momento de felicidade e quase sempre, dar-lhe o devido valor. Digo quase sempre porque, reconheço que tenho "um bocado" a mania do controlo ou pelo menos de tentar controlar todos aspectos da minha vida, e por vezes, inibo-me de apreciar convenientemente os momentos de felicidade com que a vida me presenteia.
Por exemplo, no ano passado, o meu marido fez-me uma festa surpresa no meu aniversário e, quando chego a casa e vejo os preparativos todos, quase lhe arranquei o pescoço porque convidou as pessoas (inclusivé colegas de trabalho e antigas colegas de curso, que já não via há uma data de anos e adorei rever!). A casa não estava arrumada como deve de ser, a refeição não era a mais adequada, não pôs a toalha nem a louça certa na mesa! Fiquei tão furiosa com ele, que só me apeteceu sair e não estar presente para receber a família e os amigos, que ele com tanto cuidado e tanto carinho, fez questão de convidar para me surpreender! Fui muito ingrata!!!
Falta-me aprender a ceder mais o controlo, a ser menos auto-crítica e perfeccionista, a entregar-me mais, a aceitar ser mais vulnerável com quem amo, para apreciar e aceitar os momentos de felicidade, com que a vida me vai presenteando!
No entanto, há pequenos acontecimentos que, para mim, são verdadeiros momentos de bem estar, de felicidade:
  • O dia do meu casamento foi um grande momento de felicidade. E os tempos a seguir também, claro! Quem não gosta de viver em clima de lua-de-mel!
  • Chegar a casa e ter tudo limpinho e arrumado, a cheirar a limpo, sem ter levantado um dedo, para tal. Adoro!
  • Dormir numa cama feita de lavado e a cheirar a limpo!
  • Ouvir alguma música que me ponha "para cima", por exemplo, Relax do Mika, que me faz cantar a plenos pulmões.
  • Cozinhar uma refeição mais requintada, para uma ocasião especial a dois ou para receber os amigos, é uma verdadeira terapia de relaxamento, para mim!
  • Vestir uma roupa nova, que me faça sentir bem e especial.
  • Ver os meus familiares e amigos bem e com saúde.
  • Ver o meu marido bem e realizado, com os INÚMEROS objectivos que traça para o futuro dele!
  • Alcançar os meus objectivos, mesmo que devagarinho, devagarinho. Há objectivos que alcancei ultimamente que me deixaram muito, muito feliz e muito realizada, embora tenha demorado vários anos a concretizá-los!
  • Um passeio à beira mar, de mãos dadas, com o horizonte só para nós...
  • Acordar com o abraço dele e outras coisas mais...
  • Receber flores, de uma forma inesperada é felicidade...não é "Impulse"!
  • Quando a minha cãopanheira se aninha no nosso colo e nos dá muitas lambidelas e muitos mimos, são momentos de felicidade. (Faz esquecer um pouco, todos os estragos que provoca pela casa fora!)
  • E tantos, tantos outros momentos que me enchem a alma e o coração, que não conseguiria enumerá-los num único post.

Aguardo o grande momento, em que vou receber a notícia da(s) minha(s) gravidez e o momento ainda mais feliz, de pegar nos meus braços, os filhos que desejamos tanto. Esses serão os GRANDES momentos da minha vida!

Aguardo também, o grande momento de felicidade em que virei deixar a notícia da minha gravidez tão desejada, neste espaço que partilho com todos vós, que se dão ao trabalho de acompanhar os meus pensamentos.

Partilhada a minha modesta opinião, deixo-vos com beijocas grandes e votos de um bom fim de semana, em casa e à lareira, que é para isso que o tempo se presta, por estes dias!

Lita

4 comentários:

Luísa disse...

Felicidade é entrar no seu blog e ver que vc escreveu algo novo!

Inca disse...

que bela prosa!beijinhos enormes

:) disse...

Felicidade é... já sei! Mas não te vou revelar já. Espreita o meu blog 4ª feira :)

Anónimo disse...

bom comeco