22 fevereiro 2008

Infertilidade e outras coisas da vida



Nestas pausas entre tratamentos, tenho sido forçada a aprender a lidar com a espera. Se há virtude com que não fui dotada é a paciência e aliada à falta desta, vivo em constante estado de ansiedade e tensão. Não é que me aperceba disso especialmente nesta fase mas, tenho indícios físicos destas coisas. A tensão é tanta e acumula-se toda nas costas, conclusão não tenho trapézios (músculos!) tenho dois blocos de pedra no lugar destes!


Nestas fases de espera, tenho sempre a sensação que a minha vida tem sido vivida em função da infertilidade e dos tratamentos. Em nome da infertilidade tenho deixado de lado a minha vida à espera de poder vive-la, projectos à espera de tempo para serem concretizados, à espera do dinheiro que a infertilidade absorve e que não chega para tudo, à espera de melhor altura para viver.


A nossa vida como casal tem sido vivida nestes moldes. O prazer simples de partilhar a minha vida com o homem que amo é tantas vezes asfixiado pelos problemas!


Apercebo-me destas falhas na minha vida, precisamente nestas alturas em que não tenho planos concretos definidos, para um futuro próximo e só me resta esperar. Nestes momentos é que me apercebo do vazio em que vivo.


Em conversa com os colegas do serviço, falava-se do facto dos casais jovens viverem, aqueles que deveriam ser os melhores anos da vida em comum, a debater-se com dificuldades financeiras que surgem quando há hipotecas para pagar a casa e o carro, quando a estabilidade dos empregos e a segurança profissional estão em causa, como infelizmente é cada vez mais comum acontecer. Diziam elas, mulheres com filhos adultos jovens, que existem muitos casamentos jovens que acabam em divórcio, precisamente porque a pressão é tanta que, o amor não sobrevive aos problemas. E eu acrescento, a todos estes factores, quando se junta um problema como a infertilidade, os sentimentos que unem um casal têm mesmo que ser muito fortes porque, se não o são, é praticamente inevitável a ruptura.


Não quis deixar um discurso pessimista, é mais uma reflexão e um olhar para trás, no meu percurso de vida recente. Entretanto, continuo à espera de melhores dias...
Um beijinho grande
Lita
P. S. Hei-de cá vir deixar mais umas receitas que experimentei e foram aprovadíssimas!

20 comentários:

Lita disse...

Pois é isso mesmo amiga, só um casal que se ame verdadeiramente e que se respeite é que consegue superar todas as adversidades que a vida coloca.
Não é fácil, mas para mim, enquanto o casal conseguir falar sobre os problemas e não deixar assuntos pendentes, já é meio caminho andado para o sucesso.
O dia de amanhã ninguém sabe, não se sabe se o diálogo continuará a ser possível, mas enquanto for é um trunfo a ser usado.

quanto à infertilidade... bem, é um peso adicional que carregamos, mas mesmo assim tento gozar a minha vida sem que ela esteja no topo da lista. Nem sempre é fácil, mas temos conseguido gerir.

Beijos grandes amiga, bom fim de semana,
Lita

tixa disse...

Minha querida revi-me nas tuas palavras, porque só quem sente na pele a infertilidade é que sabe o que sente... tb eu muitas vezes senti que marcava passo em tantos projectos, tens toda a razão é preciso que o amor que une o casal seja muito forte e não deixar que a infertilidade comanda a nossa vida.
Muita força, muito amor, muito pensamento positivo, muitos sorrisos, muito viver a vida como se não houvesse amanhã... acho que aí está o segredo da felicidade.
Um bj enorme enorme

Paula Santos disse...

Melhores dias virão amiga!
Beijinhos e bom fim de semana

Nostálgica disse...

Tenho a certeza que ião vencer esta batalha.. É só um percalço, que torna-vos mais fortes.

um grande beijinho.

Marita disse...

Concordo plenamente com as tuas palavras. Acredito que a infertilidade é uma dificuldade que nem todos os casais conseguem ultrapassar juntos. Só mesmo o verdadeiro amor consegue superar tamanha "provação".
A minha vontade é que todos os casais consigam superar e vencer a batalha contra a infertilidade. Mas infelizmente a minha vontade nada vale e nada pode mudar... :(
Apesar de não ter passado por nada (nada mesmo)a que se compare a mtas meninas, a infertilidade aflige-me imenso e sofro com cada uma de vocês. :(
Eu acredito que vais/vão conseguir chegar à estrelinha. :)

bjokinhas

Mary disse...

Percebo-te e tens toda a razão... É dificil contornar os problemas enquanto esperamos vencer a infertilidade mas o lado bom e divertido da vida está em saber contornar e arranjar algo que nos distraia nessa espera... arranjar pequenos projectos, hobbies que nos façam pensar noutras coisas...
Eu tb sei, por experiência própria que é facil falar mas tens de tentar.
Bjs

Susana Pina disse...

Minha querida amiguita,
revejo-me em cada letra tua. Nem precisas dizer mais nada.
Somos de facto o exemplo dos casais modernos.
Desejo muito que um dia todos saboreemos a vitóia destas longas esperas e espero que Alguém nos recompense por tanta coisa que abdicamos nas nossas vidas em função da infertilidade.
Um bj grande para ti recheado de Esperança
susana

stardust disse...

Não é fácil ultrapsar este problema, mas olha que tmb muitos casais se separam qdo nascem as crianças, msmo depois de term superado a etapa infertilidade... É a vida... E ninguém disse que ela era fácil...

Beijocas

Miranda disse...

Amiga,

Por coincidencia acabei de postar uma mensagem sobre espera no meu blog.

Tenho certeza que dias melhores virão.

Um grande beijo

Miranda

viviana disse...

é uma etapa complicada
... jokas fofas e um bom fds

Camy disse...

Como me revejo nas tuas palavras. O meu amor pelo meu marido ficou ainda maior e para mim esta luta contra a infertilidadde é uma prova muito grande para o casamento.
Estamos mais unidos agora.

Beijos

Camy

Anuska disse...

É a primeira vez que aqui venho e gostei da clareza dos teus pensamentos. Se me deixares, virei aqui outras vezes, fazer uma visita e deixar comentários! Boa pausa nos tratamentos. Às vezes é preciso tratar do amor também! Muitas beijocas!

Nykita disse...

AMIGUITA a vida é uma pura batalha de barreiras mtas delas dificeis de ultrapassar põe-nos á prova e esta da infertilidade é bem dura mexe mto comnosco, mexe com os nossos sentimentos e balança-nos bruscamente ,mas o tempo vais-nos calejando e vamos ficando mais fortes já senti tudo o k descreves e ainda hoje este assunto dói mto mas tb sinto k estou mais forte k cresci e k realmente o casamento balança mas com o tempo vais ver k esses sentimentos vão ficando mais fortes.
Nós ñ somos de ferro e nem sempre temos a mesma força interior, mas amiguita estamos aki para te ajudar nestes momentos dificeis desabafa faz bem,
força amiguita mta força um dia vamos vencer acredita...

beijitos e fica bem

Luna (Dina) disse...

Revi-me nas tuas palavras.
Durante 8 anos muitas vezes vivi so para a infertilidade, mas felizmente o amadurecimento foi-me fazendo olhar outras direcções....
Encontrei amigos novos que me ensinaram a serenar a dor....e depois mais um ttt e o ansiado positivo. Creio que as tuas palavras serão tb uma boa reflexão que te levará a amadurecer ideias e serenar o teu coração - quando esse ttt for possivel terás certamente melhores condições psicologicas para suportares a tal montanha russa de emoções...e ai desejo que tb encontres o teu positivo.
beijocas

Paula Santos disse...

Foi aqui que encomendaram?

|““““““““““““““““““““““““||_
|...............*AMOR*...........|||“|““__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)““

|““““““““““““““““““““““““||_
|............*CARINHO*.........|||“|““_
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)““

|““““““““““““““““““““““““||_
|............*ALEGRIA*.........|||“|““__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)““

|““““““““““““““““““““““““||_
|............*AMIZADE*.........|||“|““_
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)““

|““““““““““““““““““““““““||_
|........*FELICIDADE*.......|||“|““__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)

Entrega feita!
Participa na campanha FAZ UM AMIGO FELIZ!!!
Manda esta encomenda p/ todos os teus amigos.
Espero estar incluído nessa lista........
Vou fazer outra entrega ...fuiiiiiiiiiiii

Beijinhos

Sol disse...

É bem verdade que, por vezes, o amor não resiste aos problemas. Outras vezes até fortalece, espero que seja o teu caso.

Beijinhos

Nykita disse...

ta61Foi aqui que encomendaram?

|““““““““““““““““““““““““||_
|...............*AMOR*...........|||“|““__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)““

|““““““““““““““““““““““““||_
|............*CARINHO*.........|||“|““_
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)““

|““““““““““““““““““““““““||_
|............*ALEGRIA*.........|||“|““__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)““

|““““““““““““““““““““““““||_
|............*AMIZADE*.........|||“|““_
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)““

|““““““““““““““““““““““““||_
|........*FELICIDADE*.......|||“|““__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)

Entrega feita!
Participa na campanha FAZ UM AMIGO FELIZ!!!
Manda esta encomenda p/ todos os teus amigos.
Espero estar incluído nessa lista........
Vou fazer outra entrega ...fuiiiiiiiiiiii

Beijinhos

Capriccio disse...

Olá! Não sei o que dizer, mas muita força, descontrai, relaxa, anda a vontade, não penses muito nisso, os milagres acontecem.
Conheci uma pessoa que não podia ter filhos fez de tudo e nada, foi para a adopção que também não foi nada facil, passado anos veio uma menina adoptiva e passado pouco tempo a rapariga engravidou e teve um menino, é verdade!! Beijinhos :)

Kitty disse...

Os sentimentos são partilhados, minha amiga...
Beijinho

Susi disse...

Olá Lita!

Li a tua mensagem e não achei péssimista, mas muito realista.

Eu tambem faço parte desta lista que engrossa a cada dia que passa...

Em tt ainda sou novata. Fiz 1 onde depositei todas as minhas forças e...não valeu de nada.

Mas continuo a ter Fé e Esperança!
Amiga tem Fé também e muita Esperança, porque nós vamos conseguir!

Um beijinho para ti
Susi

PS: Eu adicionei o teu blog, porque quero continuar a ter noticias tuas. Estamos cá para nos apoiar-mos!